segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

“A GRANDE PIADA DO SALÁRIO MÍNIMO BRASILEIRO”


A constituição brasileira de 1988, estabelece no capítulo II (Direitos Sociais) artigo 6 o direito de todo trabalhador a um salário mínimo. A cláusula IV define o valor do salário como "capaz de atender a suas [do trabalhador] necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social". Esta cláusula também garante reajustes periódicos a fim de preservar o poder aquisitivo do trabalhador.

Vivemos nos últimos dias aquilo que podemos classificar como o grande circo do salário mínimo do povo brasileiro. Parlamentares, eleitos pelo voto popular e que deveriam atender as necessidades do povo e preservar o direito do cidadão, votaram um aumento em benefício próprio de mais de 60%, A grande candidata das massas populares, a candidata do povo em resposta aos seus eleitores mandou para a câmara e para o senado brasileiro onde tem maioria numérica e partidária, um ridículo aumento de R$ 35 reais (6,87%) para o salário do povo brasileiro, praticamente um décimo do aumento que deram a si próprios.

O DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) (fonte http://pt.wikipedia.org/wiki/Salário_mínimo). Diz que para atender a constituição do País, seria necessário que o salário mínimo tivesse o valor de aproximadamente, R$ R$ 2.222,99, ou seja, quase cinco vezes o valor proposto pelo governo.

Nós brasileiros somos o motivo de chacota da classe política brasileira que é a principal opressora da grande massa popular levando-a à miséria. A presidente que aí está e que gosta de ser chamada de presidenta, sempre foi fã de ditadores e genocidas que impuseram a miséria comunista e socialista aos seus povos. Enquanto aumenta o seu próprio salário e desfruta de tudo aquilo que condena, submete o povo a um regime de fome e abandono, povo que calado e resignado não tem a menor consciência de que é o único que pode acabar com essa vergonha que se tornou a “República Federativa do Brasil”.

Sinto que tenhamos um povo ignorante, faminto e miserável que não tem consciência de sua força, motivo esse que é efeito do mau uso e o desvio de verbas públicas, que deveriam construir e manter escolas, pagar salários dignos aos professores e dar a eles liberdade de ensinar o povo a ser cidadão.

Só no Brasil se ri da miséria, só no Brasil, se aceita com tanta passividade um salário inconstitucional e ofensivo a vida humana. Só no Brasil se aceita com tanta resignação uma balbúrdia com exorbitantes gastos do governo. O que vivemos não é uma democracia, é uma piada, inconseqüente e irresponsável que envergonha o cidadão. Democracia de verdade só na Bíblia em Atos capítulo 2 dos versos 40 em diante. Isso sim é democracia, o resto é piada.

Deus abençoe o Brasil !

Pr. Emerson Brasiliano

Pastor Auxiliar da SIB em Cabo Frio

Um comentário:

Antonio disse...

Pastor Emerson. Mandei-lhe várias mensagens antes e pós-eleição (lembra???), mas, fiquei feliz com esta sua mensagem de hoje, lí vírgula por vírgula e quero parabenizá-lo (fala e não te cales... se estes se calarem as pedras clamarão...). Continua aumentando a desigualdade e a injustiça social existente entre ricos e pobres... Será que o Brasil ainda tem jeito com tanta inflação, tantos impostos, tanta desperdício de dinheiro público, tantos roubos e corrupções... Aonde vamos parar?! Nos preocupa. Aonde estão os "Guardiões" da Patria, deste Gigante adormecido... deitado em berco esplendido, ao som do mar e a luz.