segunda-feira, 26 de setembro de 2011

UM EXEMPLO DE VIDA

Peguei um filme no fim de semana que queria muito ver, conta a história de uma menina havaiana que aos 13 anos de idade perdeu um de seus braços na praia de JAWS na costa norte do Havaí, a Bethany Hamilton, arrancado por um enorme tubarão. O acontecido se deu em um dos momentos mais importantes de sua vida, ela a Bethany, acabara de vencer um campeonato regional de Surfe e recebeu a proposta de patrocínio da RIP CURL, uma das mais importantes marcas de SurfWear australiana. Seu futuro estaria garantido, tudo parecia perfeito, então veio a tragédia. Enquanto surfava com sua amiga, o pai de sua amiga e o irmão, um tubarão mutilou o seu braço e arrancou dela o seu maior sonho, viver do surf.

Bethany é de família evangélica e criada sob as orientações da palavra de Deus. O filme me trouxe algumas lições importantes que quero compartilhar com vocês, meus amigos.

1 – Amigos de verdade não viram as costas nos momentos mais difíceis e perigosos da vida da gente. O pai da Alana, sua amiga, o irmão e a amiga, não correram e remaram para salvar suas vidas, mas se juntaram e remaram empurrando a prancha de Bethany até os rochedos com o seu braço amputado jogando sangue sem se importarem de serem as próximas vítimas do famigerado peixão. A atitude e a rapidez foram fundamentais para que Bethany pudesse estar de volta a sua família. É claro que a providência divina foi importante, um pouco mais pra cima e a mordida teria matado-a.

2 – A família é a coisa mais importante que as pessoas podem ter. Bethany, não teve cobranças ou lamentos por parte de sua família, mas recebeu de seus pais e irmãos, amor, compreensão e principalmente apoio, para vencer esses momentos difíceis. Certamente não conseguiria sozinha, mas com a ajuda da família, pôde superar a falta que um membro fazia.

3 – Cristo nos ajuda a manter o equilíbrio no meio da tempestade e nos faz enxergar o porto seguro. Bethany, apesar da dor e da decepção pelo acidente no momento vital de sua vida, soube olhar a sua volta e ver que podia vencer, pois tinha quem a apoiasse e que nada acontece por acaso e que Deus está no controle da vida. Buscou socorro no Senhor e o encontrou.

4 – A vida é feita de re-começos, mas para re-começar é preciso aceitar a situação encará-la de frente fazer proveito, do apoio que os nossos nos dão. Ela foi a uma viagem missionária na thailândia em 2004, por ocasião de um Tsunami. Viu que muita gente tinha perdido tudo e ela apenas um braço. E decidiu enfrentar os seus medos.

5 – Pra recomeçar é preciso ter determinação e fé, Bethany, contou com o apoio de seu pai, que adaptou a sua prancha para furar as grandes ondas do Havaí, e percebeu que não houvera perdido seu patrocínio e que com fé e determinação venceria um ano mais tarde o campeonato nacional havaiano. Tudo é possível ao que tem fé. Surfar com dois braços já é difícil, imaginem com um braço só. É necessário muito equilíbrio, psicológico, espiritual, e principalmente físico, alma sã, corpo são. A coragem vem do Senhor.

Não percam esta oportunidade assistam o filme e me digam se você não pode ser um vencedor.

Filme: Soul Surfer. História de Bethany Hamilton. História real.

Deus Abençoe a Todos.

Um comentário:

Rebeca Gonçalves disse...

Olá Pastor, gostei muito da indicação e pretendo assitir ao filme. Eu gosto muito de assitir filmes em especial estes que tem coisas a nos acrescentar. Este fim de semana eu também assisti um filme chamado Inabalável. Conhece? Se não, assita! E eu também fiz um post sobre ele no meu blog:
http://rebecagcampos.blogspot.com/2011/09/inabalavel.html
Tenha um dia abençoado! Paz.